Vulnerabilidade pós-humana, crítica e a agência da matéria

José Sérgio Duarte da Fonseca

Resumo


O artigo explora a viabilidade da produção de uma perspectiva teórica que possibilite descrever como se dá a crítica social e política a partir de uma ontologia pós-humana. Para tanto, serão examinados aspectos das produções teóricas de Judith Butler e de Karen Barad, especialmente aqueles relacionados à ética levinasiana, para saber de que forma elas contribuiriam para a produção de uma perspectiva teórica a um tempo crítica e pós-humana, centrada no que passo a chamar de “vulnerabilidade pós-humana”. Palavras

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 ISSN 2175-2834