Tradução e comentários à conferência de Freud sobre a Histeria masculina: uma contribuição à historiografia da psicanálise

Caio Padovan, Wilson de Albuquerque Cavalcanti Franco

Resumo


Apresentamos neste artigo uma tradução inédita de uma das atas da conferência de Freud sobre a histeria masculina, comunicação proferida pelo futuro psicanalista diante da Sociedade de Médicos de Viena em 15 de outubro de 1886. A conferência tornou-se conhecida no interior do movimento psicanalítico principalmente em função da ideia de que, na ocasião, Freud teria sido objeto de escárnio e rejeição por parte da comunidade médica e acadêmica. Além da tradução, ofereceremos ainda um panorama técnico e contextual com o objetivo de contribuir para a elucidação de alguns equívocos recorrentes ligados à história deste episódio. Assim, enquanto caso exemplar, tal evento nos servirá também como pivô de uma crítica mais ampla a certas historiografias da psicanálise.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 ISSN 2175-2834