Notas para uma sistematização histórica da recepção filosófica da psicanálise no Brasil

Weiny César Freitas Pinto

Resumo


O artigo apresenta reflexões acerca da possibilidade de uma sistematização histórica da recepção filosófica da psicanálise, identifica e discute com a literatura específica sobre o tema, registra iniciativas institucionais importantes concernentes ao campo de pesquisa em filosofia da psicanálise no Brasil e argumenta a favor da ideia de que a recepção filosófica brasileira da psicanálise deve se interrogar a respeito de sua relevância histórica.

Texto completo:

PDF

Referências


Aires, S., Ribeiro, C. (Orgs.). (2008). Ensaios de filosofia e psicanálise. Campinas: mercado de letras.

AdVerbum – Revista de filosofia da psicanálise, da psiquiatria e da psicologia (20062012).

Discurso – Revista do departamento de filosofia da Usp. (2007, n. 36).

Fulgêncio, L., Simanke, R. T. (Orgs.). (2005). Freud na filosofia brasileira. São Paulo: Escuta.

Gabbi jr., O. F. (Org.). (1999). Fundamentos da psicanálise: pensamento, linguagem, realidade e angústia. Campinas: CLE.

Iannini, G. et al. (Orgs.). (2004). O tempo, o objeto e o avesso: ensaios de filosofia e psicanálise. belo horizonte: Autêntica.

Japiassu, H. psicanálise: ciência ou contraciência. (1989). Rio de Janeiro: Imago.

Knobloch, F. (Org.). (1991). O inconsciente: várias leituras. São Paulo: Escuta.

Machado, J. A. T. filosofia e psicanálise: um diálogo. (1999). Porto Alegre: Edipucrs.

Moura, A. H. de. (Org.). (1995). As pulsões. São Paulo: Educ. Murta, C. (Org.). (2009). Ensaios em filosofia e psicanálise. Vitória: Edufes.

Oliveira, C. (Org.). (2011). Filosofia, psicanálise e sociedade. Rio de Janeiro: Azougue.

Philósophos – Revista de filosofia do programa de pós-graduação em filosofia da UFG. (2008, v. 13, n. 2).

Prado Jr., B. (org.). (1982). Filosofia e comportamento. São Paulo: Brasiliense.

Revista de filosofia Aurora. (2011, v. 23, n. 33, / 2014, v. 26, n. 38).

Safatle, V. (Org.). (2003). Um limite tenso: Lacan entre a filosofia e a psicanálise. São Paulo: Unesp.

Safatle, V., Manzi, R. (OrgS.). (2008). A filosofia após Freud. São Paulo: Humanitas.

Silva, E. M. de P. E., Dias, L. M., Vidigal, L. H. (1986). Qùólóquio epistemologia e psicanálise. Rio de Janeiro: Livraria Taurus Editora.

Simanke, R. T., et al. (Orgs.). (2010). Filosofia da psicanálise: autores, diálogos, problemas. São Carlos: Edufscar.

Teixeira, A., Massara, G. (Orgs.). (2000). Dez encontros psicanálise e filosofia: o futuro de um mal-estar. Belo Horizonte: Ópera Prima.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 ISSN 2175-2834