Foucault: o estatuto biopolítico da terapêutica/ Foucault: The biopolitical status of therapeutics

Autores

  • Marcos Nalli

Resumo

Resumo: O artigo tem por objetivo apresentar como, a partir da analítica foucaultiana da biopolítica, podem-se interpretar as práticas terapêuticas. Para isso, faremos uma apresentação de como Foucault concebe a biopolítica como uma política que inverte o princípio de soberania, buscando garantir a vida da população e, a partir daí, enfocar como as práticas terapêuticas são criadas e agenciadas no intuito de caucioná-la com um sentido muito mais preciso de doença em seu fundo biossocial do que de um ponto de vista anátomo-individual.Palavras-chave: Foucault; biopolítica; saúde; doença; terapêutica.

Publicado

2014-06-01