Aspectos de uma interpretação não redutiva da vida em Heidegger: a hermenêutica da natureza e o fenômeno da vida/ Aspects of a non-reductive interpretation of life in Heidegger: the hermeneutic of nature and the phenomenon of life

André Luiz Ramalho Silveira

Resumo


Resumo: Este artigo mostra a abordagem hermenêutica realizada por Martin Heidegger dos conceitos de natureza e vida a partir da ontologia fundamental. Em Ser e Tempo, Heidegger elabora as condições hermenêuticas para que se possa apreender ontologicamente a vida através do que ele chama de interpretação privativa da vida. O desenvolvimento sistemático do sentido de ser da vida é apresentado por Heidegger na preleção Os conceitos fundamentais da metafísica: mundo, finitude, solidão, de 1929/1930. Nela, para apresentar o fenômeno da vida, Heidegger parte da tese central de que todo vivente é organismo, de modo a desenvolver uma investigação ontológica em conjunto com pesquisas biológicas e zoológicas. Por conseguinte, após a explicitação dos modos de encontro com a natureza, será evidenciado como a natureza em sentido originário mostra-se a partir de um retraimento na abertura de mundo do ser-aí em sua relação com os organismos vivos.

Palavras-chave: Heidegger; ontologia; hermenêutica da natureza; vida; mundo.

 

Abstract: This article shows the hermeneutical approach performed by Martin Heidegger to the concepts of nature and life from the fundamental ontology. In Being and Time, Heidegger elaborates the hermeneutical conditions so that we can apprehend ontologically life through what he calls the private interpretation of life. The systematic development of the sense of being of life is presented by Heidegger in the lecture course The Fundamental Concepts of Metaphysics: World, Finitude, Solitude, of 1929/1930. In this lecture, to present the phenomenon of life Heidegger uses the central thesis that every living being is organism in order to develop an ontological investigation in conjunction with biological and zoological research. Therefore, after the explanation of the ways of meeting with nature, will be shown as nature in the original sense shows itself from a withdrawal in the world opening of the being-there in its relationship with living organisms.

Keywords: Heidegger; ontology; hermeneutic of nature; life; world.

 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 ISSN 2175-2834