Adolescência e psicose

Elsa Oliveira Dias

Resumo


A partir da perspectiva de Winnicott, este estudo visa mostrar que é possível, mas não fácil, discriminar se há doença num dado adolescente ou se ele apenas manifesta as características próprias do período que vive. A natureza das angústias que assolam o adolescente, especialmente aquele que teve um bom início, nos ajuda a entender as angústias psicóticas: em vias de abandonar a conhecida circunscrição do mundo familiar e lançar-se num mundo mais amplo, o adolescente é remetido às angústias primitivas. Ele não apenas ainda não se apropriou de seu corpo púbere, acossado pelos instintos e dotado agora de uma nova e assustadora potência, como também pouco sabe de si-mesmo, de sua identidade e dessa nova situação entre a infância recém-abandonada e o mundo adulto que o espera com expectativas. Nesse interregno mais ou menos longo, ele sofre de irrealidade e marasmos (doldrums) e luta para se sentir real. Além disso, se vê impelido por uma moralidade ferrenha, não em termos do que é socialmente estabelecido como bom e mau – exatamente o que ele despreza e contra o que se rebela –, mas em termos do que é sentido como real e do que é sentido como falso, o que o aproxima da esquizoidia.

Texto completo:

PDF

Referências


Outeiral, J. O.; Graña, R. B. (1991). Donald W. Winnicott – Estudos. Porto Alegre: Artes Médicas.

Winnicott, D. W. (1983). Comunicação e falta de comunicação levando ao estudo de certos opostos. In D. Winnicott (1983/1965b), O ambiente e os processos de maturação. Porto Alegre: Artes Médicas. (Trabalho original publicado em 1965j).

Winnicott, D. W. (1983). Distorção do ego em termos de falso e verdadeiro self. In D. Winnicott (1983/1965b), O ambiente e os processos de maturação. Porto Alegre: Artes Médicas. (Trabalho original publicado em 1965m).

Winnicott, D. W. (1987). A luta para superar depressões. In D. Winnicott (1987/1984a), Privação e delinquência. São Paulo: Martins Fontes. (Trabalho original publicado em 1962a).

Winnicott, D.W. (1987). A juventude não dormirá. In D. Winnicott (1987/1984a), Privação e delinquência. São Paulo: Martins Fontes. (Trabalho original publicado em 1964f).

Winnicott, D. W. (1989). A imaturidade do adolescente. In D. Winnicott (1989/1986b), Tudo começa em casa. São Paulo: Martins Fontes. (Trabalho original publicado em 1969c).

Winnicott, D. W. (1993). Segurança. In D. Winnicott (1993/1993a), Conversando com os pais. São Paulo: Martins Fontes. (Trabalho original publicado em 1965vg).

Winnicott, D. W. (2000). Pediatria e psiquiatria. In D. Winnicott (2000/1958a), Textos selecionados: da pediatria à psicanálise. Rio de Janeiro: Imago. (Trabalho original publicado em 1948b).


Apontamentos

  • Não há apontamentos.