O lugar da natureza humana em Kant

Daniel Omar Perez

Resumo


Resumo: O objetivo deste artigo é apresentar a hipótese de leitura do lugar sistemático da natureza humana na obra de Kant como elemento operador de regras (sujeito) e como objeto sui generis de aplicação de regras práticas. Assim, mostraremos que a pergunta pela possibilidade dos juízos sintéticos, as quatro perguntas kantianas e o esboço do sistema da filosofia transcendental em Opus Postumum ordenam sistematicamente a filosofia transcendental.

Palavras-chave: Kant; natureza humana; homem; antropologia; Opus Postumum.

 

Abstract: The aim of this paper is to show the hypothesis of reading the systematic place of human nature in Kant’s work as a rule operator (subject) and as a sui generis object of practical rules. We will show that the question of the possibility of synthetic judgments, the four Kantian questions, and the outline of the system of transcendental philosophy in Opus Postumum systematically order transcendental philosophy.

Keywords: Kant; human nature; man; anthropology; Opus Postumum


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 ISSN 2175-2834